dicas, Diversos, Festas infantis

10 dicas para a festa infantil ideal – #4 Convidados x Orçamento

Oi pessoal! Continuamos aqui em busca de dicas para a festa infantil ideal.

Uma vez definidos o tipo de comemoração, a data e o local, é hora de pensar nos convidados. Nossa, este é um dos itens mais difíceis na hora de organizar uma festa. É claro que a quantidade de pessoas a serem convidadas está  diretamente ligada à verba que temos disponível para investir. E, a não ser que o seu orçamento não tenha limites, geralmente precisamos escolher a dedo cada um dos nossos convidados. E esta é uma tarefa que até nos entristece, já que sempre queremos convidar todo mundo (como não compartilhar um momento feliz com o máximo de pessoas que gostamos???). Mas a realidade sempre prevalece, não é? Temos que respeitar o orçamento disponível para a produção da festa.

Além da questão financeira, outros fatores influenciam na definição da quantidade de convidados, como o tamanho do local da festa e o tipo de evento que escolhemos fazer – afinal, você não vai convidar 50 pessoas para uma festa do pijama, né?!rs

Então, o critério para a escolha dos convidados para a festa infantil é simples: chamamos aqueles que são mais próximos e que temos maior afinidade, entre familiares e amigos; aqueles que têm filhos e estão acostumados a este tipo de evento; e os amigos (ou melhores amigos no caso de uma festa bem pequena) do aniversariante. Colegas de trabalho, chefe e amigos distantes, entre outros, poderão ser chamados se o espaço e o orçamento permitirem.

Atenção para a festa de crianças pequenas: neste caso, pais e irmãos dos amiguinhos também contam como convidados. Vale lembrar também das babás, que muitas vezes acompanham os pais das crianças nas festas infantis.

Importante: quando a festa é exclusiva (ou quase) para crianças, como as festas escolares, por exemplo, esta informação deve constar no convite. Em outros casos em que a presença dos pais for limitada, (geralmente a partir de 5/6 anos já não há mais a necessidade de as crianças virem acompanhadas por adultos), deve-se deixar claro o horário para os pais buscarem seus filhos ou, até, convidá-los para o parabéns a partir de determinado horário.

Para você fazer a lista de convidados é um dos momentos mais difíceis da preparação da festa infantil? Ai, pra mim é…adoro estar cercada de muitos amigos!rsrs Conte pra gente quais os seus critérios na escolha dos convidados. E não esqueça de compartilhar com seus amigos. Toda ajuda é válida!rsrs

 

Inspire-se!

Abraços,

Malu Mattos

Anúncios
dicas, Diversos, Festas infantis

10 dicas para a festa infantil ideal – #3 Data e local

A nossa conversa sobre a festa infantil está cada vez mais animada! Depois de refletir sobre o que é uma festa infantil ideal (cada um tem um sonho, mas o mais importante é ser feliz!) e definir o tipo de comemoração que pretende fazer, o próximo passo é escolher a data e o local.

Geralmente, a data escolhida para as festas infantis é a própria data do aniversário ou aquela que caia no final de semana mais próximo, em função da maior disponibilidade dos convidados. Porém, cada vez mais cresce a procura pelas datas durante a semana. Isso porque os buffets geralmente oferecem valores mais em conta para as festas em dias úteis, além das propostas de festas escolares – com duração de três horas e para uma média de 20/30 crianças e 10/20 adultos, cujo preço também é mais atraente. Na mesma pegada, festas mais simples e só para crianças em casa também ganham espaço durante a semana – o chamado só um bolinho.

Há casos excepcionais, nos quais alguma situação faz com que a data da festa escolhida seja distante da data do aniversário da criança: pode acontecer em função de alguma viagem que coincida com o dia do aniversário; quando irmãos (ou amigos ou primos) fazem aniversários em datas aproximadas ou mesmo até em meses consecutivos e as famílias resolvem comemorar com uma só festa (isso é bem comum!); ou mesmo casos mais significativos, como uma doença na família. Crianças que aniversariam em meses de férias também costumam fazer suas festas dentro do período letivo das escolas, para garantir que todos os amiguinhos compareçam.

O local, como já citamos, vai depender do tipo de comemoração escolhido. Nas festas tradicionais, buffets e salões de prédio ganham a preferência em função do espaço maior e mais confortável para receber os convidados.

Já num resgate à simplicidade das festas de antigamente, os espaços ao ar livre também têm conquistado o coração dos festeiros, como praças e parques, ou mesmo espaços para eventos com jardins e quintais gramados e cheios de árvores. A proposta é a conexão com a natureza e o resgate da essência infantil. Aqui a atenção se dá à estrutura do local (é importante que haja banheiros disponíveis), assim como à previsão do tempo – em caso de chuva ou imprevistos, tenha sempre um plano B.

E você, faria a festa do filhote durante a semana ou em uma data distante do aniversário? Quais os locais que mais te atraem para a festa infantil? Compartilhe sua experiência, outras mamães e papais podem se inspirar com as suas ideias. E não esqueça de encaminhar nossas dicas para os seus conhecidos, elas valem ouro!rs

Na próxima semana falaremos sobre quantidade de convidados x orçamento.

Inspire-se!

Abraços,

Malu Mattos

 

dicas, Diversos, Festas infantis

10 dicas para a festa infantil ideal – #2 Tipos de comemoração

Na semana passada demos início a uma série com as 10 dicas mais relevantes em busca da festa infantil ideal – aquela que, acima de tudo, faz a todos felizes (da preparação à recordação). Hoje vamos falar sobre os tipos de comemoração.

Um dos primeiros itens a ser definido quando pensamos em uma comemoração é a maneira que se quer festejar. Se uma comemoração pequena, apenas no núcleo familiar (pai, mãe, irmãos, avós…); apenas para amiguinhos e colegas de escola; festa do pijama; uma visita a um parque temático; um piquenique; festa em casa; festa em buffet; festa em casa de brincar; no circo; na fazendinha; na quadra de futebol; no parque; no sítio; no spa; no salão do prédio; uma ida ao teatro; um jantar especial; uma viagem, festa na piscina; baladinha…

Enfim, são vários os tipos de comemoração possíveis e a escolha pelo formato vai depender de diversos fatores, como a idade do aniversariante (cada faixa etária se interessa por algum tipo de atividade), a época do ano (difícil escolher uma festa na piscina em pleno inverno…rs), o orçamento disponível e a estrutura disponível (por exemplo, se a festa for para poucas pessoas pode acontecer no próprio apartamento…). Sem falar nas características da própria criança, suas preferências e gostos, se é mais reservada ou extrovertida, se gosta de animais ou circo, esportes, aventura… O importante é pensar em tudo com carinho e sempre envolver a criança em busca das melhores opções.

Gostou? Não esqueça de compartilhar com os amigos! Quando fazemos as coisas com dedicação genuína, nos aproximamos cada vez mais da festa ideal… E quanto mais a criança participa, mais ela entende e valoriza cada detalhe da festa; sem falar que elas adoram ajudar!rs

E você, já fez vários tipos de festa? Qual a que mais gostou? Eu quero saber! Deixe seu comentário, vou adorar ler! Ah, na próxima semana falaremos sobre data e local.

Inspire-se!

Abraços,

Malu Mattos

Batizados, Diversos

Mesa de batizado para curso de gestantes

Neste último final de semana, fomos convidados a participar do 12º Curso para Gestantes promovido pelo projeto Somos Mães de Primeira Viagem, ONG idealizada pela empresária Acácia Lima. Para receber os participantes, montamos uma pequena mesa com tema de batizado, que ficou super suave e delicada, com muito branco e toques de rosa. Um charme!

Inspire-se!
Bjs,

Malu Mattos

dicas, Diversos

Você já pensou em fazer sua própria festa infantil?

A vida tá corrida, a grana tá curta, mas o que não falta é motivo para comemorar… ainda bem!
Sei que todas nós queremos fazer uma decoração fofa, agradar nossos filhos, com o menor trabalho e sem onerar muito… Pensando nisso, vamos começar uma série com 10 dicas para a festa infantil ideal. Uma reflexão sobre o que é importante para cada um de nós e informações relevantes para decidir cada item da sua festa.

E o que é melhor: você poderá contar com a nossa assessoria “Construindo sua Festa”, de acordo com suas necessidades: definição do tipo de festa, projeto exclusivo de decoração para você mesma montar (descubra o que podemos fazer com suas próprias peças decorativas!), indicação de fornecedores de qualidade (bolo, doces, balões, recreação, buffet, lembrancinhas especiais…), por um valor super acessível.
Peça mais informações por e-mail, Whatsapp ou Direct.

Gostou? Compartilhe com suas amigas e amigos que querem fazer a própria festa mas não sabem por onde começar. Vai ser um prazer ajudar! Afinal, meu propósito é espalhar amor em forma de festa!

Inspire-se!

Abraços,

Malu Mattos

dicas, Diversos

Investindo em felicidade

snoppy-20

Você já parou para pensar no quanto é bom festejar? Não importa o que, não importa como… Seja um aniversário (de adulto ou criança), uma promoção, conclusão de curso, formatura, casamento… comemorar é tão bom, mas tão bom, que a gente não se cansa nunca e repete o máximo de vezes que puder!rs

É verdade que, na maioria das vezes, festejar significa gastar. É muita coisa para pensar e providenciar: o local da festa, quem convidar, o que servir, se vai ter decoração, que tipo de música, qual o tipo de entretenimento, bolo e doces, foto e vídeo… Mas, será que todo este trabalho é realmente um “gasto”? Ou podemos pensar como um “investimento”?

Provavelmente você se lembra daquela propaganda da Mastercard que trazia à tona a reflexão sobre o custo das coisas e aquilo que realmente não tem preço. Milhares de pessoas compartilharam suas histórias mostrando que o valor das experiências, das sensações, dos momentos vai muito além do custo financeiro. Afinal, quanto vale a felicidade?

É exatamente nesta categoria que considero estarem todas as festas e comemorações, não importando o porte, o motivo ou o estilo. No que se refere a nossa felicidade ou de nossos entes queridos, não podemos enxergar com olhos de contador, mas sim com uma visão de que, ao investir no momento presente, criamos novas expectativas, mais esperança, sentimento de que a vida é boa, mesmo com tanta coisa ruim por aí; e pessoas mais leves, com mais pique para enfrentar as adversidades e com mais compaixão e amor ao próximo.

Não se engane, não estou dizendo para sair gastando o que pode e o que não pode. Toda comemoração deve ser de acordo com as possibilidades e necessidades que a ocasião exige e permite. Há quem prefira comemorar com uma viagem ou outro tipo de passeio, outros que escolhem as mais variadas formas de festa. Mas é importante que as pessoas sintam o quanto este investimento é positivo, com retorno que dura para sempre, no coração e na memória. Porque a felicidade realmente não tem preço.

Inspire-se!

Abraços,

Malu Mattos

Diversos, Festas infantis

Festa infantil: vai servir o que?

CHA_BEBE_-191

Está pensando na festa dos pequenos mas não faz ideia do que servir? Esta é uma enorme dúvida das mamães que buscam uma alimentação saudável para seus filhotes. Mas a verdade é que não há necessidade de se estressar com este tipo de coisa. Afinal, quem não gosta das comidinhas tradicionais das festas infantis? A proposta é mesclar com novas opções e deixar tudo muito simples e apetitoso. Quer ver?

Hoje, para as festinhas no período da tarde, a aposta são os salgados assados (gente, a coxinha continua, mas mais para os adultos!rs), pão de queijo, bata smiles, saladinha de frutas, milho verde (no palito ou refogadinho no copinho) e palitinhos de cenoura e pepino com iogurte.  Os tomatinhos sweet grape, bem docinhos, também são uma ótima pedida e as crianças adoram! Sanduíches naturais ou com a famosa carne louca, atraem bastante, assim como a mini pizza. Pipoca é a cara das festinhas, não tem quem não goste! Mas redobre a atenção em relação às crianças menores de três anos, que podem engasgar com os piruás ou casquinhas do milho. Para quem quer incrementar o cardápio, a massa simples com molho de tomate ou molho branco é simples e certeira.

Se a festa é no horário do almoço, refeições leves são as mais indicadas. Invista em saladinhas individuais ou não, massas, crepes, carnes simples e arroz. Não há necessidade de nada rebuscado. Também é desnecessária sobremesa, uma vez que haverá bolo e doces após o parabéns. Para as entradas, acepipes simples e que não tirem o apetite da criançada, como frutas, pipoca e canapés.

A festa será pela manhã? Um brunch reforçado com frutas, pãezinhos e torradas com geléia, manteiga e requeijão, mini muffins, cereais e tortas salgadas são ideais. Não esqueça a saladinha! Se preferir encerrar com almoço simples, aposte na massa com uma carne assada ou franguinho. Não tem como errar!

Suco e água bem fresquinha não podem faltar em nenhuma situação! Se possível, invista em sucos naturais ou integrais, que agradam crianças e adultos. Pode incluir refrigerante sim e, se quiser, os integrais são uma opção interessante. Para os adultos, pode haver bebidas alcoólicas, como cerveja, chopp ou caipirinhas, mas lembre-se: a festa é para crianças e o foco principal são elas!

 

Inspire-se!

Abraços,,

Malu Mattos